voltar Criatividade 28/06/2021 Que incentivo você precisa para começar a agir?

Em um dos muitos desafios que propõe em sua sala de aula, a professora Tina Seelig criou um torneio de inovação na Universidade Stanford, onde ela leciona. Uma das primeiras edições desse torneio desafiou os participantes a criar o maior valor possível a partir apenas de elásticos de borracha, esses que são muito usados para prender maços de dinheiro.

Uma das equipes inventou as Do Bands (“Pulseiras do Fazer”), elásticos que simplesmente incentivam as pessoas a fazerem coisas que provavelmente adiariam. As Do Bands são uma ideia muito perspicaz, inspirada nas pulseiras de plástico, que hoje em dia são bem conhecidas, utilizadas para mostrar solidariedade a uma causa, como as Live Strong, de Lance Armstrong.

As Do Bands têm alguns princípios básicos:

• Coloque a pulseira no pulso com a promessa de fazer alguma coisa específica.
• Tire a pulseira quando tiver cumprido a tarefa.
• Registre seu sucesso no site da Do Bands. Cada pulseira vem com um número impresso para que as pessoas possam checar todas as ações inspiradas por elas.
• Dê sua Do Band para alguém.

As pulseiras incentivaram as pessoas a realizar o que elas já tinham intenção de fazer desde o início. Na verdade, uma Do Band era nada mais do que um elástico de borracha, com um rótulo novo sobre ela. A campanha Do Bands durou apenas alguns dias, mas nesse curto período inspirou uma longa lista de ações de quem as usava. Um participante usou sua Do Band como impulso para começar seu próprio negócio, outro se inspirou para entrar em contato com amigos de longa data, alguns doaram dinheiro para caridade. É fascinante que um simples elástico tenha feito tantas pessoas agirem.

O mais importante é que esses elásticos eram um claro lembrete de que há apenas uma pequena distância entre o “fazer nada” e o “fazer alguma coisa”, mas que as duas opções levam a resultados totalmente diferentes.

Desejo que você coloque sua Do Band esta semana e comece a agir para alcançar seus resultados!

 

Esse texto foi retirado do livro “Se eu soubesse aos 20”, de Tina Seelig (ainda não lançado). Mas você consegue comprar o Regras da Criatividade e o Encontre sua Criatividade, da mesma autora, na nossa loja online.

 

#SegundaDaCriatividade #BomDia #BelasLetras